31/05/2015

Hábitos que encravam o pelo

pelo encravado aparece quando está fraco e não consegue romper a pele. Quando isso acontece, tornam-se visíveis aquelas bolinhas avermelhadas e inflamadas que incomodam tanto.



Nas mulheres, as regiões do corpo mais comuns são a virilha, axilas, coxas e pernas, e nos homens, o rosto e pescoço. E quanto mais irregular o pelo, mais fácil de encravar.

As peles que têm maior tendência ao encravamento possuem pelos mais curvados que, ao crescer, encurvam-se e penetram novamente na pele, gerando uma reação inflamatória. As peles escuras apresentam mais essa característica.

Vilões dos pelos encravados
A depilação com cera tem lá suas vantagens, como durar mais que os outros métodos. Mas nem tudo é perfeito nessa técnica. O pelo é facilmente fragmentado na parte de dentro da pele nesse tipo de depilação, o que favorece o encravamento.

Para as fãs de roupas muito apertadas, uma má notícia. O atrito da pele com as roupas pode desencadear o encravamento. Vestir roupas muito apertadas obstrui a saída do pelo e não deixa a pele respirar. A principal vilã é a calça jeans, mas roupas íntimas de tecidos sintéticos também prejudicam o nascimento dos pelos. O ideal é usar roupas 100% algodão. Fique atenta!!

E quem não é adepta a hidratação, melhor rever os hábitos. A hidratação é muito importante para prevenir pelos encravados, já que a depilação com lâmina, por exemplo, agride muito mais uma pele que não estiver bem hidratada.

Vale lembrar que a pele oleosa pede hidratante oil-free (livre de óleo), para não entupir os poros, que produzem sebo em excesso. A dica é sempre usar hidratantes à base de ureia ou ácido lático após a depilação, que hidratam e renovam à pele. Esses ativos fazem uma microesfoliação e impedem a queratinização excessiva que aumenta a chance de encravamento do pelo.

Dicas para evitar os pelos encravados
- Faça uma leve esfoliação um dia antes da depilação. Repita a operação alguns dias depois.
- Use roupas folgadas e ventiladas sempre que se depilar. Isso também ajuda a evitar o problema.
- Evite comprimir a área da depilação e crie o hábito de usar bucha vegetal no banho.
- Quando o pelo está encravado, não tente retirá-lo, pois pode provocar mais inflamação. Além disso, não se deve manusear a região, porque é uma porta aberta para bactérias e fungos. Vale usar bucha vegetal. Se o pelo encravado estiver com uma inflação com pus, o ideal é procurar um dermatologista.
Por Natália Farah - Matéria extraída  do site Vila Mullher.

COMENTE PELO BLOG!

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Muito obrigada pela tua visita!Se gostou, compartilhe e volte sempre!!Um beijo e muito #sucesso para você =)