31/03/2016

Fragrâncias | Perfumaria: Mitos e Verdades

Quem não ama um bom perfume? Doce, cítrico, amadeirado... São muitas opções para deixar sua marca e traduzir sua personalidade em um cheirinho gostoso. Por sermos uma loja virtual, não temos contato direto com a maioria dos clientes, e recebemos muitas dúvidas via e-mail quanto ao uso das fragrâncias, como armazená-las, sobre a definição das Famílias Olfativas que compõem um perfume, etc. Vez ou outra, inserimos DICAS nas resenhas mensais de cada produto selecionado em sua NatimusBOX, entretanto, são muitas as dúvidas. E como o mundo dos perfumes é cheio de curiosidades, decidimos compilar neste informativo alguns Mitos e Verdades sobre o assunto, para você, querida NatimusGirl, ficar antenada!


 Mitos e Verdades

1.       O banheiro é o lugar mais indicado para guardar perfumes?
x Mito. Luz, calor e umidade podem alterar cheiro e cor das fragrâncias. O ideal é guardá-las dentro das caixas em local seco, ventilado e protegido da luz e do calor.

2.       Este perfume não tem bom fixador. Existe um "ingrediente secreto" que aumenta a fixação de alguns perfumes?
x Mito. Não existe um ingrediente fixador na fragrância. A durabilidade dependerá da sua composição, concentração da essência e tipo de pele.

3.       O clima influencia na durabilidade do perfume?
þ Verdade. Em climas mais frios, as fragrâncias demoram mais para evaporar. O contrário acontece em climas mais quentes, quando transpiramos mais.

4.       Não sinto mais o meu perfume, acho que ele ficou mais fraco. Se eu usar um perfume por muito tempo, vou deixar de sentir o cheiro?
x Mito. A fragrância não fica mais fraca com o passar do tempo. Ocorre que com o tempo a pessoa acostuma-se com seu perfume e passa a não senti-lo, o que não impede a percepção da fragrância por outras pessoas. Isso se denomina “saturação olfativa”. Mas você pode substituir ou intercalar o uso com outra fragrância.
Ø  Mas fique atenta, pois também é þ Verdade  que no uso contínuo de um mesmo perfume ele acaba saturando seu olfato: aí o perigo é que as pessoas ao seu lado continuam sentindo normalmente, e nessa você exagera na dose para sentir o perfume. Evite isso alternando fragrâncias (uma para o dia, outra para a noite, por exemplo).

5.       O perfume muda de acordo com a pele?
þ Verdade. Nossa pele tem um cheiro que reflete o que comemos e bebemos, este é o nosso cheiro único. E esse cheiro único, associado aos 70 ou 300 ingredientes contidos na fragrância que aplicamos, faz com que cada pele exale um mesmo perfume com cheiros diferentes. Por isso acontece de um determinado perfume ficar melhor na pele de outra pessoa do que na sua.

6.       O tipo de pele influencia no tempo de duração do perfume?
þ Verdade. Quando falamos da oleosidade natural, temperatura corporal e grau de sudação natural, podemos dizer que estes são fatores cruciais que influenciam sim na performance das fragrâncias. Peles oleosas, por exemplo, propiciam uma maior retenção das moléculas contida nas fragrâncias, por esta razão a percepção de duração do produto na pele é aumentada. Como solução para as peles mais secas, indica-se a utilização de um hidratante, com a fragrância mais delicada possível para minimizar ao máximo a interferência do cheiro final de seu perfume, por exemplo, o Natura Tododia Algodão, aguardar de 10 a 15 minutos e depois aplicar o perfume.
  
7.       Existem pontos chave do corpo para passar o perfume?
þ Verdade. Para aumentar a percepção do cheiro, aplique atrás das orelhas, pescoço e pulso. Esses pontos têm maior irrigação sanguínea e temperatura levemente mais alta, o que permite a evaporação da fragrância de forma mais intensa. Assim, é mais fácil de sentir no ar.



8.       Existem tipos de perfumes diferentes? O que é Colônia 
þ Verdade. Dependendo da quantidade, da concentração e de fragrância que o perfume possui ele recebe um nome diferente e deve ser aplicado de forma diferente. As Águas de Banho de Ekos e Natura Águas devem ser utilizadas em abundância, pois por celebrarem a cultura dos “Banhos de Cheiro”, possuem uma baixa concentração de fragrância para possibilitar tal uso. Já os desodorantes colônia (ex. Amó, Humor, Kaiak, Revelar, Frescores de Ekos etc..), os Eau de Parfum e os Perfumes do Brasil, por possuírem maior quantidade de fragrância devem ser aplicados em pontos específicos (regiões de nossa pele com grande circulação sanguínea, que facilita o desprendimento da fragrância para que ela possa exalar para o meio ambiente e assim ser percebida). Como exemplos clássicos destes pontos podemos citar: atrás das orelhas e nos punhos, mas podemos pensar também em dobras dos cotovelos e joelhos, na mulher entre os seios e no homem no tórax.
Gestual recomendado de uso para tipos diferentes de perfumes, em número de borrifadas:
  • v  Desodorante Colônia – 2 borrifadas em pelo menos 2 pontos específicos;
  • v  Eau de Parfum – 1 borrifada em pelo menos 2 pontos específicos;
  • v  Perfumes do Brasil – 2 gotas em pelo menos 1 ponto específico.


9.       O álcool orgânico utilizado nas fragrâncias muda a fixação do perfume?
x Mito. O álcool utilizado para compor a fórmula de um perfume pode ter 2 origens, a sintética (feito em laboratório) ou a natural, obtido através da fermentação de vegetais como cana-de-açúcar, beterraba, dentre outros.

10.   Mulheres não devem usar perfume masculino nunca!
x Mito. Isso é só uma questão de gosto, não há nada na fórmula que impeça que você use o perfume do namorado/marido! Inclusive, hoje em dia é comum encontrar perfumes classificados como femininos com notas amadeiradas e os masculinos com cheirinhos florais. Mas, se intenção for agradar o Boy Magia, as fragrâncias florais e adocicadas são as favoritas deles!

11.    Mesmo depois do prazo de validade, posso continuar usando o produto?
x Mito e þ Verdade. Você até pode usar após o prazo de validade (geralmente entre dois a três anos da fabricação), mas é capaz que o cheiro sofra alterações por conta da oxidação. Essa alteração também pode ocorrer antes do tempo se o produto ficar exposto diretamente à luz, sol e calor.

12.   Não se deve passar perfume antes de ir à praia?
þ Verdade. Apesar de serem testados dermatologicamente, os perfumes podem causar reações de foto sensibilidade em algumas pessoas, ou seja, exposto ao sol direto, o perfume pode causar alergias, manchas, etc. Não é regra que aconteça com todas as pessoas, mas é melhor evitar.

13.   Não tem problema usar meu perfume comum no cabelo.
x Mito. Os perfumes comuns contam com álcool em sua composição, e, em contato com o cabelo, esse elemento pode provocar ressecamento. Prefira os perfumes específicos para cabelo, que contam com elementos próprios para não agredir o fio.


Fonte: Consultoria Natura, Avon e O Boticário.

Esperamos que você tenha gostado de descobrir um pouquinho mais sobre os variados grupos olfativos e alguns dos maiores mitos e verdades sobre a perfumaria.

Beijos


COMENTE PELO BLOG!

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Muito obrigada pela tua visita!Se gostou, compartilhe e volte sempre!!Um beijo e muito #sucesso para você =)